Nossos Canais  

Cartografias de atuação de grupos catolicos no judiciário

Data da publicação

Compartilhe:

Catolicismos Jurídicos, Neoconservadorismo e Agenda Antidireitos são temas de nova publicação do ISER

Aborto, tributação econômica, política trabalhista e agronegócio têm sido temáticas fundamentais para organizações católicas conservadoras que atuam no âmbito jurídico. É o que revela a pesquisa “Cartografia dos Catolicismos Jurídicos Antigênero”, produzida pelo Instituto de Estudos da Religião (ISER), a ser lançada neste 25 de março. Ao observar a dinâmica que envolve os grupos religiosos no cenário sociopolítico, o ISER criou o Grupo de Trabalho em Catolicismos e Conservadorismos e reuniu especialistas de campos disciplinares e teóricos diversos, mas convergentes no interesse em complexificar a discussão sobre a relevância das ações de atores católicos para o endurecimento conservador no Brasil.

Se, por um lado, o ISER tem acompanhado, nas últimas décadas, uma presença acentuada e organizada de evangélicos, também observa que atores e organizações católicas vêm reivindicando sua identidade religiosa no espaço público. 

Nos últimos anos, são inúmeros os casos de organizações católicas que se articularam em diferentes espaços, com ênfase no Poder Judiciário, para impedir a ampliação de direitos de minorias políticas, sobretudo no que diz respeito aos Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos (DSDR). A pesquisa também demonstra que “existe um padrão de ação sistemático desenvolvido por diferentes fundamentalismos, resultado de uma estratégia que ameaça e busca controlar as democracias dos países sul-americanos”.

Apesar deste enfoque nos temas de ordem sexual/moral, pesquisadores reconhecem que organizações católicas conservadoras vêm ampliando sua atuação pela restrição de direitos no universo jurídico. Foram identificados grupos que atuam tanto na arena moral antiaborto – que inclui vasta atuação jurídica em torno do debate sobre concepção e bioética –, como em temas nos campos da tributação econômica, da política trabalhista e do agronegócio. 

O relatório completo da pesquisa “Cartografia dos Catolicismos Jurídicos Antigênero” será publicado na plataforma Religião e Poder (www.religiaoepoder.org.br), do ISER, no próximo 25 de março, e pode ser acessado também no site iser.org.br. 


Para mais informações

Luciana Petersen | Coordenadora de Comunicação do ISER | comunicacao@iser.org.br

Livia Reis | Cientista Social,  coordenadora da pesquisa e da área Religião e Política do Instituto de Estudos da Religiao (ISER) | liviareis@iser.org.br 

Rodrigo Toniol | Antropólogo, professor da UFRJ, coordenador da pesquisa | rodrigo.toniol@gmail.com