Nossos Canais  

Data da publicação

Compartilhe:

Fé Na Folia – Cinco sugestões de conteúdo sobre religião e carnaval | Boletim #03/2024

Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2024

Olá! Tudo bem?

Para entrar no clima da folia reunimos alguns conteúdos sobre a relação da religião com o carnaval. São 2 artigos, vídeos e um livro para compreender a complexidade que a história dessa cultura popular brasileira nos conta. Bom carnaval!

📩 Você vai ver também neste boletim: Celebração dos 7 anos da frente pelo desencarceramento, nova edição da Revista Religião & Sociedade e o monitoramento de projetos de lei do mês de dezembro.


Fé na folia

A religiosidade é um elemento que está sempre presente no Carnaval. No Rio de Janeiro, um palco destacado desse espetáculo é o sambódromo na Rua Marquês de Sapucaí. Ali, a partir do protagonismo de grupos ligados à religiões afro-brasileiras, mas sincretizado com outras espiritualidades ocorre o tradicional ritual de lavagem da avenida com ervas, água benta e água de cheiro. O objetivo, segundo organizadores, é abrir os caminhos e mandar boas energias para as escolas.

Foto de Ricardo Almeida – Galeria do Samba Rio de Janeiro

Dá pra reparar como isso é forte também nos enredos das escolas de samba. Frequentemente Jesus, santos católicos, anjos e demônios são retratados. E ainda tem os toques das baterias, que costumam reverenciar os orixás. A Mangueira, por exemplo, nasce com homenagem a Oxóssi. O enredo da Portela deste ano, reverencia Omolu. A lista é grande, então a gente reuniu cinco sugestões de conteúdo que falam sobre fé e folia. Veja abaixo:

  • O pesquisador do Iser, Lucas Bártolo, junto da antropóloga Renata Menezes, publicou o artigo “Quando devoção e carnaval se encontram”.
  • Vale conferir também “Candomblés e carnavais: corpos desfilantes de Joãozinho da Goméia”, uma produção de Leonardo Augusto Bora, Gabriel Porto e Vinícius Natal. Para acessar esses dois artigos, é só pesquisar o título no site de busca de sua preferência.
  • No livro “Dicionário da história social do samba”, os autores Nei Lopes e Luis Antonio Simas reconstroem a memória cultural do Brasil com a repressão, a resistência e a inserção do samba no consumo musical. O Simas fala muito sobre o tema em seu perfil no Twitter.
  • Quem curte mais o audiovisual pode conferir o projeto “Pensamento Social do Samba” no Youtube. O canal é gerido pelos pesquisadores Mauro Cordeiro e Vinicius Natal.
  • E por fim tem a recém lançada série “Enredos da Liberdade: O Grito do Samba Pela Democracia”, que conta como as escolas de samba se posicionaram contra a ditadura militar. A série está disponível na Globoplay.

7 anos da Frente Estadual pelo Desencarceramento

No dia 27 de janeiro foi comemorado os 7 anos da Frente Estadual pelo Desencarceramento do RJ. A Frente é um movimento social que se articula junto a familiares e sobreviventes do cárcere, bem como organizações, coletivos e redes que lutam pelo desencarceramento no sistema prisional (adulto) e socioeducativo (adolescentes). 

Para comemorar esta ocasião, ocorreu  uma ação de aniversário com acolhimento, café da manhã, roda de conversa com as famílias participantes e também foram arrecadadas doações durante o evento para ajudar vítimas das chuvas ocorridas no Rio de Janeiro.

O ISER, junto com sobreviventes do cárcere, familiares, coletivos e outras organizações vem construindo as ações da Frente, mobilizando a luta antiprisional no Estado do Rio de Janeiro.


Deputadas de direita tentam impedir que vacina da covid seja incorporada ao calendário de vacinação infantil

As deputadas Bia Kicis (PL/DF), católica, Julia Zanatta (PL/SC), cristã, e o deputado Delegado Paulo Bilynskyj (PL/SP), de confissão religiosa não identificada, deram entrada, individualmente, em Projetos de Decreto Legislativo (558/2023, 486/2023 e 487/2023), que buscam sustar os efeitos da Nota Técnica Nº 118/2023-CGICI/DPNI/SVSA/MS, do Ministério da Saúde, que incorpora a vacina da COVID-19 no Calendário Nacional de Vacinação Infantil, para crianças de seis meses a menos de cinco anos de idade. Este é um dos projetos de lei monitorados pela equipe do Iser no mês de dezembro. Você pode acessar o levantamento na plataforma Religião e Poder.


Religiões e (contra)monumentos – Vem aí o próximo número da revista Religião e Sociedade

Nessa edição, 9 artigos e 2 ensaios visuais exploram a intersecção entre religião e monumentos, abordando objetos, temporalidades e espaços diversos. Desde a profanação de monumentos nacionais até os rituais de lavagem do Cais do Valongo no Rio de Janeiro, os artigos oferecem uma reflexão crítica sobre o papel dos monumentos na sociedade contemporânea. Destacam-se análises sobre a iconoclastia religiosa, a construção de contramonumentos e a presença de elementos religiosos no espaço público. Além disso, três artigos do fluxo contínuo abordam temas como os cultos de possessão da Igreja Universal do Reino de Deus, a devoção a santos de cemitério e a reemergência da esquerda evangélica no Brasil, enquanto uma resenha analisa o livro “Giving to God: Islamic Charity in Revolutionary Times”, de Amira Mittermaier.


Para receber o boletim quinzenalmente no seu e-mail, cadastre-se aqui!