Nossos Canais  

Data da publicação

Compartilhe:

Hoje é o Dia Nacional do Espiritismo – Confira 5 conteúdos para entender mais | Boletim #08 2024

Quinta-feira, 18 de Abril de 2024

Olá! Tudo bem? 

Olá, Nesta edição trazemos informações sobre ações político-religiosas preparatórias para a Conferência de Mudanças Climáticas da ONU que vai ocorrer no Brasil em 2025 (COP30), e, aproveitando semana do Dia Nacional do Espiritismo, trazemos cinco abordagens analíticas sobre essa religião no Brasil.

📩 Você vai ver também neste boletim: 1) Artigo de Brisa Lima sobre a negação da maternidade para mulheres encarceradas, 2) início da formação Boto Fé no Clima e 3) vaga aberta no Iser!


Articulações religiosas rumo à COP 30: Andanças do Fé no Clima

No dia 5 de abril aconteceu em Natal, RN, uma reunião de lideranças religiosas para tratar do caminho até a COP30. Como desdobramento do encontro realizado em janeiro no Terreiro Ilê Axé Obaluaiyê, em Extremoz, RN, as lideranças puderam aprofundar e pensar quais ações podem ser realizadas para sensibilizar as comunidades e engaja-las no debate climático e socioambiental.

Também participamos da programação do 1° seminário do LABERP – Laboratório de Estudos de Religião e Política (FUNDAJ/UFPE) onde foi exibido o documentário “Fé pelo Clima – Juventudes e Ação Ambiental” produzido pelo ISER. O evento reuniu professores, pesquisadores, como as antropólogas Christina Vital, Carly Machado, Paula Montero e do cientista político Joanildo Burity, além de estudantes das ciências sociais. Após a exibição ocorreu um debate com o diretor do documentário, Pedro Carcereri no cinema da Fundação Joaquim Nabuco, em Recife, PE. 


Cinco conteúdos para entender mais sobre os Espiritismos

Estudar religiões e sua participação na vida brasileira tem sido uma das ações mais antigas e ativas do ISER. Dentre tantos grupos de fé presentes no país o Espiritismo é um daqueles com forte presença, embora de maneira mais discreta em comparação com outros grupos mas publicamente midiáticos. Nesse 18 de Abril comemora-se o Dia Nacional do Espiritismo e, aproveitando a oportunidade, trazemos nesta edição alguns conteúdos sobre essa religião. 

  1. No artigo “Ideias e movimentos sociais dos espiritismos em 166 anos”, o doutor em Ciências da Comunicação João Damasio apresenta um histórico da fé no Brasil e no mundo, explorando conceitos como caridade, mediunidade e como a incidência dos movimentos sociais se dá na literatura, cultura e política. Confira o conteúdo publicado em parceria com o Nexo Políticas Públicas na plataforma Religião e Poder.
  2. Franklin Felix, psicólogo, educador, militante pelos direitos humanos e um dos idealizadores do movimento de espíritas pelos direitos humanos. O autor discorre sobre a atuação de espíritas na política com destaque para iniciativas progressistas de defesa da democracia e de enfrentamento ao racismo. Acesse “Os espíritas na política e a busca de superação da instrumentalização da fé” na plataforma Religião e Poder.
  3. A exportação do espiritismo kardecista brasileiro e sua influência na organização internacional do movimento espírita são discutidas em artigo da Revista Religião & Sociedade, de autoria do pesquisador da UFRGS Bernardo Lewgoy. Acesse aqui o artigo!
  4. A publicação também abordou as semelhanças entre o espiritismo e o pentecostalismo, no artigo dos pesquisadores da UFSCar André Ricardo de Souza e Natália Cannizza Torres. Você pode acessar aqui!
  5. Vale conferir também a edição antirracista de “O evangelho segundo o espiritismo de Allan Kardec”, produzido pelo coletivo Espíritas à Esquerda. O download pode ser feito gratuitamente aqui.

Artigo da publicação “Direitos Sexuais e Reprodutivos, Religiões e Punição” – Comunicações do Iser n°75

Lançamos recentemente a publicação Comunicações do Iser n°75 –  Direitos Sexuais e Reprodutivos, Religiões e Punição e um dos artigos é da pesquisadora Brisa Lima que traz uma análise sobre a negação da maternidade para mulheres encarceradas. 
Segundo dados do INFOPEN, o perfil de mulheres encarceradas no Brasil é composto por 62% de negras, 50% são jovens (18 a 29 anos) e de baixo grau de escolaridade. No Brasil, 74% das internas são mães de pelo menos um filho e, segundo a autora, “a experiência de encarceramento de mulheres também pode ser entendida como uma face do genocídio antinegro”. Brisa também destaca que a negação da maternagem no cárcere constitui um aparato do genocídio antinegro, por conta da desestruturação da base familiar. Além disso, também atua como uma violência baseada no gênero, sendo a dissonância entre teoria e prática dos direitos reprodutivos das mães encarceradas inerentes ao funcionamento normal do sistema penal, o qual reproduz a lógica patriarcal, colonial, racista, capitalista e proibicionista que estrutura e é estruturada pela sociedade.


Início da formação Boto Fé no Clima: Adaptação Climática

Na próxima semana teremos o primeiro encontro da formação organizada pelo Fé no Clima. Contando com a participação de 53 pessoas de diferentes regiões do Brasil  selecionadas para participar dessa jornada, a formação tem como objetivo ampliar o entendimento sobre adaptação climática para os membros da nossa rede. Confira abaixo quem serão os facilitadores que irão conduzir essas aulas. 


Trabalhe conosco

O ISER abriu um processo seletivo para preencher a vaga de Assessoria de Comunicação. Essa posição será responsável pelo planejamento e execução de ações de comunicação, em colaboração com a Coordenação de Comunicação do ISER. O local de trabalho é híbrido (Rio de Janeiro, RJ) e a carga horária é de 30 horas, sendo necessário ter disponibilidade para início em maio de 2024.
 


Para receber o boletim quinzenalmente no seu e-mail, cadastre-se aqui!