Nossos Canais  

Data da publicação

Compartilhe:

Política e religião estão profundamente misturados no Brasil | Boletim #05/2024

Quinta-feira, 07 de Março de 2024

Olá! Tudo bem?

Nesta edição de nosso boletim quinzenal, oferecemos análises sobre a conjuntura política e atravessamentos da religião, circunstanciado, por exemplo, pelo discurso de Michelle em ato de Bolsonaro no último domingo de fevereiro.

📩 Você vai ver também neste boletim: Duas novas publicações, o dossiê “Religiões e (contra)monumentos” da revista Religião e Sociedade, e o novo texto em parceria com o Nexo Políticas Públicas sobre as ideias e movimentos sociais dos espiritismos no Brasil.

Para receber nossas atualizações mensalmente, inscreva-se aqui.


ISER na mídia: Fala de Michelle em ato de Bolsonaro é questionada por apontar supremacia cristã

Os diretores do ISER Ronilso Pacheco e Ana Carolina Evangelista conversaram com a Folha de São Paulo sobre o discurso da ex -primeira dama no ato do dia 25 de fevereiro que aconteceu em São Paulo.


Mais uma análise sobre os dados recém divulgados pelo IBGE

A pesquisadora Cristina Vital comenta alguns dados do Censo destacando como instituições religiosas são importantes veículos para a chegada de políticas públicas.


Qual a relação entre política e espiritismo?

“Ao contrário da reconhecida atuação política de setores da igreja católica (como os movimentos pastorais e a militância em torno da teologia da libertação) e das igrejas que dão base popular à bancada evangélica no Legislativo, o movimento espírita dificilmente faz articulações de ordem política em sua estrutura teológica”.

Para saber mais sobre esse e outros conceitos que mostram a história e vertentes da doutrina espírita, acesse o ‘Glossário’ de João Damasio.


Para receber o boletim quinzenalmente no seu e-mail, cadastre-se aqui!